segunda-feira, 19 de julho de 2010

Órgão da Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe restaurado em breve

Datado de 1775, o órgão de tubos da Igreja de Nª Srª de Guadalupe (ilha Graciosa) é o segundo mais antigo dos Açores. Foi construído pelo organeiro português José Leandros da Cunha. Tem 360 tubos e 47 notas.

Tratando-se de uma importante peça do património móvel cultural da Região e porque a paróquia não possui os meios necessários, o Governo Regional decidiu apoiar o restauro, na totalidade, atribuindo uma verba de 42.408 euros.

O instrumento já não toca há mais de 20 anos. A recuperação foi interrompida em 1989, ano em que a Igreja de Guadalupe foi atingida por um sismo. Na altura, as ofertas que se destinavam ao restauro, foram utilizadas nas obras.

O órgão encontra-se nas oficinas de Dinarte Machado, em Mafra, que garante o restauro no prazo de 6 meses. Trata-se de um trabalho difícil e complexo devido à antiguidade da peça.

video


Fonte